Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 1, 2013

O índio e a India.

Uma cerâmica de mais de 5 mil anos atrás, possivelmente dos antigos Marajoaras, lá na região do Pará, na Amazônia. Parece uma postura típica da ioga. Será que os povos antigos praticavam os chamados "asanas"?

A primavera chega. Abra a janela e veja. Renove-se

Da água e do fogo

Estamos preparados para reconhecer a vida em sua dimensão mais sutil  profunda e trazer este reconhecimento em forma de respeito, cuidado e atenção? estamos preparados para ir além das aparências e ver em cada paisagem, em cada coisa, em cada animal, a sagrada luz vital e a divina inteligência que permeia sutil e profunda? Será? O fato é que temos que nos preparar a cada dia para um relacionamento mais digno com o fluxo da vida que vibra e pulsa em cada um de nós e também em torno de nós. Nossos hábitos e conceitos precisam ser revistos dia após dia. Desde o que consumimos até o modo pelo qual consumimos. Desde o que consideramos revelante até aquilo que consideramos como frágil e sem sentido. É a alma que pede para que a percebamos sem véus, sem mesquinhez e sem distorções.

Crônica da árvore

O centro desta cidade é como o de qualquer  lugar superpopuloso do mundo. Avenida principal entrecortada por suas ruas coadjuvantes entre espaços transversais. A velocidade lenta dos milhares de carros diários nas suas vias. Nas calçadas algumas centenas de passos rápidos passando nervosos ao lado de lojas, lanchonetes, bares, ouvindo sons de todos os tipos. Há uma praça matricial. Cercada de pequenas trilhas de acesso, bancos, pombos, vasos e mais gente.  Há uma árvore nesta praça. Ela tem mais de quarenta anos.Há uma pequena vegetação no seu entorno: vasos com flores. Há insetos que circulam. Há pássaros que visitam-na. É por ali que os mais velhos gostam de ir e sentar-se, no frio ou no calor. Ela tornou-se o centro da cidade, há uma rotatória em torno dela. Ela mede o ritmo do dia pelo vai-e-vem dos automóveis circulando; como se o tempo passasse ao seu redor e ali fizesse obrigatoriamente a curva para o entardecer.E quando cai a noite as luzes se acendem em volta dela. Essa árvo…

Educar é incluir o respeito ás raízes e á diversidade